Carta aos amigos eleitores

Eu não queria escrever isso, porém, seria um imensa irresponsabilidade me abster diante dessa fatídica atitude de desespero por parte de você, eleitor de Bolsonaro.
Eu realmente me decepciono muito quando vejo alguém como você, que gosto, admiro e sei que é inteligente, dizer que pretende votar em Jair Messias Bolsonaro para presidente do Brasil.
Isso é tão incômodo que tentei por vezes não contrapor a sua opinião, para justamente não entrar em conflito. Mas existe algo de errado nisso.
Por isso, eu tentei enxergar nesse candidato motivos para votar nele também, afinal de contas, eu poderia estar errado. Para minha surpresa (nem tanta assim), não achei motivo algum.
Não vou elencar aqui seus defeitos e seu baixo nível intelectual, nem sua falta de propostas, pois, são gritantes. Vou apenas dizer uma verdade difícil de aceitar, mas que precisa ser dita. Vamos lá.
Quem vota em Bolsonaro é identificado com ele, não pelos seus anseios, mas sim pelas suas atitudes. São pessoas como ele, que tem escondidos dentro de si um pouco de preconceito, um pouco de homofobia,  um pouco de machismo,  um pouco de ignorância,  um pouco de intolerância. Ou pior, você pode ter muito de cada coisa, e não se dar conta que sim, está presente em você.
Você se identifica com ele por que ele é um reflexo vivo de tudo de ruim que existe dentro desses milhares de brasileiros e brasileiras que não abriram suas mentes para amar ao próximo como a si mesmo. Que usam a religião e os “bons costumes” para impor a sua opinião e diretrizes julgando de forma veemente quem pensa diferente. Pessoas que idolatram os EUA e não enxergam a beleza e qualidades de seu próprio país e de seus conterrâneos. Gente que não deixa o facebook para ter tempo de ler um livro, que não sabe interpretar um texto, e nesse momento da leitura já está me julgando como um socialista facista.
Não quero aqui pedir voto pra ninguém, mesmo tendo meu candidato, quero apenas pedir a você meu nobre colega, que não cometa o mesmo erro que cometeram os alemães após a primeira grande guerra, que em nome da religião, dos bons costumes e da pátria, se deixaram enganar por um “homem de bem” e o resultado nós conhecemos.
Eu e você somos pessoas iguais, mas nesse momento, sinto informar que você está me dando medo, apoiando alguém que com toda a certeza deseja oprimir as minorias ao qual eu estou inserido.
Se você se ofendeu com a minha opinião é sinal que realmente eu estou certo, e o seu voto vai destruir de vez essa nação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s